ARPA

O maior programa de conservação de florestas tropicais do planeta.

Arpa vai apoiar a participação de gestores no VIII CBUC

Por Fábia Galvão

Gestores do Arpa interessados em enviar artigos para o VIII Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação (VIII CBUC), que acontece de 21 a 25 de setembro de 2015 em Curitiba (PR), podem candidatar seus artigos à linha de apoio do Programa à participação de gestores em congressos. O incentivo está previsto no Plano Estratégico de Capacitação da iniciativa.

Os interessados em participar do CBUC com o apoio do Arpa deverão ter a aprovação do seu órgão gestor. Também é fundamental que o candidato seja o primeiro autor do artigo que pretende apresentar no Congresso, e esse trabalho deve ser relacionado às metas do Programa e aprovado pela organização do evento.

Candidate-se ao apoio do Arpa para participação em Congressos

Basta enviar um email para arpa_ucp@mma.gov.br com documentação que contenha: a descrição dos objetivos, atividades programadas, descrição da meta do programa abordada no trabalho, período de realização, instituição proponente, custos envolvidos e contrapartida alocada. O A Unidade de Coordenação do Arpa (UCP) estuda a viabilidade de realizar o encontro de gestores durante o evento. Caso seja possível, os gestores serão avisados sobre os procedimentos necessários.

Sobre o VIII CBUC

O VIII Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação receberá inscrições de artigos até 15 de abril de 2015. Os trabalhos devem apresentar ferramentas, procedimentos e modelos inovadores para gestão das Unidades de Conservação, preferencialmente com alguns resultados obtidos. São desejáveis discussões sobre estratégias inspiradoras, transversais e transformadoras em prol da conservação da biodiversidade. Os trabalhos devem ser enquadrados em um dos cinco eixos temáticos a seguir:

  1. Planejamento, Gestão e Manejo – experiências de gestão e manejo de Unidades de Conservação, em especial aquelas que possuam caráter inovador possível de replicação a outras áreas protegidas.
  2. Estratégias de Mobilização da Sociedade – resultados e impactos de ações ou iniciativas cujo alvo principal tenha sido mobilizar, transformar e inspirar pessoas sobre a importância das Unidades de Conservação, por meio de ações estruturadas, campanhas e outras metodologias.
  3. Políticas Públicas e Marco legal – processos de criação ou ampliação de Unidades de Conservação ou que tenham influenciado na elaboração de instrumentos legais (zoneamento, planos de manejo ou ações emergenciais para proteção de espécies e ecossistemas).
  4. Serviços ambientais – metodologias, resultados dos benefícios ambientais, sociais e econômicos gerados com a criação e manutenção das Unidades de Conservação.
  5. Biologia da Conservação – aspectos técnico-científicos que auxiliaram ou possam subsidiar tomadas de decisão s para a conservação e o manejo de espécies e habitats.

O resultado dos trabalhos aprovados deverá ser divulgado na primeira quinzena de julho de 2015. Outras informações podem ser solicitadas pelo email congressouc@fundacaogrupoboticario.org.br.

Comentários estão fechados.

Acompanhe

Receba a Newsletter

Carregando...Carregando...


Notícias

ler todas

Mapa das Unidades de Conservação

  • SEPN 505 Ed. Marie Prendi Cruz

    Bloco B - Sala 405

    CEP: 70730-540

    Brasília - DF

    Telefone.: +55 (61) 2028-2137

    Email: arpa@mma.gov.br

  • Programa ARPA. Site sob uma licença específica, seu conteúdo pode ser reproduzido desde que citada a fonte.